quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Cristina Ortiz dará Master classes de Piano na Sociedade Brasileira de Eubiose. Vagas limitadas!

Pianista Cristina Ortiz
Foto: Divulgação

Nos dias 6 de março, quarta-feira e 10 de março, domingo, a grande pianista internacional Cristina Ortiz ministrará Master classes de Pianona Sociedade Brasileira de Eubiose

As master classes custam R$ 100,00 para intérpretes e R$ 50,00 para ouvintes. As inscrições estão abertas para intérpretes e ouvintes, por telefone 3208-9914 e 3208-6699 ou pessoalmente após as 14h30 com Eliana. Site www.recitaiseubiose.com.br – e-mail: lacerdafranco@eubiose.com.br. Vagas limitadas!

No dia 6 de março, quarta-feira, das 13h30 às 18h.

Dia 10 de março, domingo, das 10h às 14h.

Cristina Ortiz é uma artista que evoluiu de menina-prodígio à maturidade, determinada a comunicar ao mundo sua intuição, palette pianística, emoção e sensibilidade“, nos dizeres do jornal vienense ‘Die Presse’. Radicada na Inglaterra há muitos anos, tem os dotes inerentes à sua cultura brasileira - paixão, espontaneidade e flexibilidade rítmica - os que mais fortemente transparecem em suas interpretações. 

Solista com as mais famosas orquestras - Berlim, Chicago, Cleveland, New York, Praga, Viena, Londres - Cristina Ortiz já trabalhou sob a batuta de Ashkenazy, Chailly, Foster, Jansons, Järvi, Kondrashin, Leinsdorf, Masur, Mehta, Previn e Zinman, entre outros. Em tanto que camerista, tem se apresentado ao lado de artistas como Antonio Meneses, Uto Ughi, Emanuel Pahud, Lynn Harrell, ou o Quinteto de Sopro de Praga. 

Possuidora de vasto e eclético repertório, quer em concertos ou gravações, seu compromisso com a música brasileira é evidente na aclamada ‘prémière’ do “Chôro” de Guarnieri no Carnegie Hall de New York ou nos 5 Concertos de Villa-Lobos, gravados para Decca. Cristina Ortiz continua sua procura por raridades musicais, através das obras de Clara Schumann, Mompou, Stenhammar, Schulhoff ou dos brasileiros L. Fernandez e F. Vianna. Sempre mais assíduos tornam-se os workshops e masterclasses, onde ela, num estilo desenvolto, comunica sem reservas toda sua experiência musical a jovens pianistas, mundo a fora. “Ensinar, é também aprender!”, declara.

Nos últimos anos acrescentou à sua bagagem musical o papel de solista/regente: em Mendelssohn, no Musikverein de Viena, por exemplo, com a Orquestra de Câmara de Praga, ou em Mozart, com o Consort of London, em gravação para Collins Classics. Abre-se assim, infinita fonte à sua insaciável sede por repertório, e além dos Concertos de Mozart, Haydn ou Mendelssohn, Cristina Ortiz agora visa as obras de De Falla e Ravel.” Site: http://www.cristina.ortiz.name/en/index_po.html

A Sociedade Brasileira de Eubiose aprofunda, através de cursos e práticas, o estudo da Cosmogênese (origem dos universos) e da Antropogênese (origem do homem) para o oferecimento de subsídios com vistas a uma construção crítica do autoconhecimento ancorada no crescimento coletivo e na fraternidade universal dentro de uma visão espiritualista comprometida com a realidade. Com esse foco se dedica também a ações sociais, culturais e artísticas.
Os Recitais Eubiose iniciaram em 2011 e já integram a programação erudita da cidade de São Paulo sempre com grandes nomes como os pianistas Eudóxia de Barros, Helena Elias, Eny da Rocha, Fábio Luz, Maria José Carrasqueira, Cristian Budu, João Antônio Parizotto Filho, Liliane Kans, e o italiano Salvatore Percacciolo; o violinista Luíz Fílip, a violista Thaís Coelho, o violonista Edelton Gloeden, o violoncelista francês Romain Garioud e os cantores Adélia Issa, Eduardo Janho-Abumrad e Marivone Caetano. Promovem ainda master classes e a sérieNovos Talentos. Com o intuito de promover e auxiliar jovens músicos, firmaram parceria, através da Pianista e Professora Helena Elias, com a Ecole Normale de Musique de Paris – Alfred Cortot para concessão de bolsas de estudos de piano. Site: www.recitaiseubiose.com.br 

Serviço:
Master classes de Piano com Cristina Ortiz
No dia 6 de março, quarta-feira, das 13h30 às 17h30
Dia 10 de março, domingo, das 10h às 14h.

R$ 100,00 para intérpretes e R$ 50,00 para ouvintes.
Inscrições por telefone 3208-9914 e 3208-6699 ou pessoalmente após as 14h30 com Eliana.
E-mail para mais informações contato@recitaiseubiose.com.br
Vagas limitadas!

Sociedade Brasileira de Eubiose
Sala Henrique José de Souza
Av. Lacerda Franco, 1059
Aclimação
Tel: 3208-9914 / 3208-6699


Fonte: Miriam Bemelmans

Theatro São Pedro anuncia programação erudita para 2013


Teatro São Pedro
Foto: Internet

O Theatro São Pedro, na Barra Funda, já deu início a sua temporada 2013 de concertos.

Não faltam óperas, concertos e música de câmara na agenda, que pela primeira vez abre séries de assinaturas para venda, até 15 de março. O pacote de ingressos dá direito a toda a programação de eventos da temporada, oferece prioridade na escolha dos assentos e a comodidade de receber antecipadamente as entradas em casa. Os preços variam de R$ 182,00 a R$ 357,00, dependendo do setor.
Os ingressos avulsos, por sua vez, custam R$ 30,00 e podem ser adquiridos por meio do site da Ingresso Rápido ou na bilheteria do endereço, de terça a domingo, das 10h às 18h.
No programa, serão quatro óperas no total. A primeira, La Cenerentola, de Rossini, será uma homenagem aos 15 anos da reinauguração do local. Figuram também A Volta do Parafuso, em prólogo e dois atos de Benjamin Britten, O Menino e a Liberdade, de Ronaldo Miranda, e a comédia-lírica em três atos de Giuseppe Verdi, Falstaff.
Entre os concertos, estão previstas oito apresentações. Em abril, o regente Marco Bioni e o tenor José Bros interpretam Verdi, Gounod, Cilea, entre outros compositores. Em maio, a cantora Cida Moreira será regida por Emiliano Patarra e empresta sua voz para as composições de Bertolt Brecht e Kurt Weill.
No mês de agosto é a vez do maestro Abel Rocha subir ao palco com a soprano Eliane Coelho, levando ao público Richard Strauss e quatro canções de A Floresta do Amazonas, de Villa-Lobos. Ainda em agosto, a soprano Annick Massis se une ao regente Jamil Maluf para interpretar obras de Rossini, Bellini, Donizetti e Verdi. No seguinte, Guilherme Mannis comanda a batuta ao lado do músico Fábio Zanon ao violão. Para fechar o ano, o maestro Carlos Morejano faz uma parceria com pianista Eduardo Monteiro, trazendo no repertório canções de Edvard Grieg e Franz Schubert.
Em 2013, será dada ainda continuidade à série Música ao Meio-Dia, que ocorre sempre às segundas-feiras no saguão do Theatro São Pedro. Grande parte dessas apresentações é gratuita. Algumas participações já confirmadas são: o tenor uruguaio Leonardo Ferrando, o barítono argentino Leonardo López Linares, o tenor espanhol José Bros, a soprano francesa Annick Massis, a mezzo chilena Graciela Araya, o baixo italiano Bruno Pratico e a brasileira Eliane Coelho.
Academia de ópera
Outra novidade apresentada pelo espaço é a formação da Academia Ópera. Até dia 28, o teatro recebe inscrições para a primeira turma de alunos a ser formada no período de doze meses. Dezoito integrantes (nove homens, de 18 a 32 anos, e nove mulheres, entre 16 e 32 anos) irão participar de aulas e palestras com os artistas que compõem as apresentações da temporada.
No programa do curso, eles vão receber orientações sobre interpretação cênica, construção de personagem e canto. Para o maestro e diretor artístico do Theatro São Pedro, Emiliano Patarra, existem grandes talentos da música no Brasil, mas há dificuldade para formá-los no canto lírico. "Decidimos selecionar jovens cantores e investir na formação dessas pessoas. O objetivo do curso não é iniciar um aluno do zero. Eles já possuem alguma experiência e desejam entrar no mercado da ópera. Como isso ainda é muito restrito no país, queremos abrir essa porta."


Fonte: Teatro São Pedro


Temporada 2013 do Mozarteum Brasileiro terá oito atrações


A temporada 2013 do Mozarteum Brasileiro terá atrações especiais. Um dos destaques é a apresentação do ciclo das nove sinfonias de Beethoven pela Filarmônica de Câmara Alemã de Bremen. Outra atração é a Orquestra Sinfônica da Lituânia, que vem pela primeira vez ao Brasil.

Em abril, nos dias 2 e 3, o Mozarteum recebe a mezzo-soprano Versselina Kasarova e a Camerata Bern, com direção e solo de violino de Florian Donderer. A Lithuanian National Symphony Orchestra, com regência de Vladimir Lande, e solos ao piano de Xiayin Wang, se apresenta nos dias 13 e 14 do mesmo mês. Para fechar o mês de abril, nos dias 29 e 30, o Mozarteum recebe o Quarteto de Curtis on Tour, com direção e solos de viola de Roberto Diaz.

Em junho, a atração é o Menuin Trio, que faz apresentação nos dias 18 e 19 na Sala São Paulo.

No mês de agosto, de 1º a 4, apresenta-se a Filarmônica de Câmara Alemã de Bremen, com regência de Paavo Järvi e solos ao violino de Hilary Hahn. O grupo apresenta o ciclo das nove sinfonias de Beethoven no Theatro Municipal de São Paulo e Sala São Paulo.

Nos dias 3 e 4 de setembro, a Arte Ensemble faz apresentação com solos da soprano Ania Vegry e direção de Kathrin Rabus.

Nos dias 28, 29 e 30 de setembro, e 1º de outubro, a NDR Sinfonieorchester, de Hamburg, apresenta-se com regência de Thomas Hengelbrock e solo de Hyun-Jung Lim.

A série termina em novembro, nos dias 4 e 5, com apresentação da Bucharest Symphony Orchestra, com regência de Benoit Fromanger e solos de Erik Schumann.


 Fonte: Site Mozarteum

Novo maestro assume Orquestra Sinfônica de Ribeirão em março


maestro Alex Klein
Foto: Internet
Após sete meses sem um maestro titular, com a saída de GianLuigi Zampieri em julho do ano passado, a Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto terá um novo regente oficial a partir de março. Alex Klein, de 49 anos, que tem em seu vasto currículo passagens por várias orquestras do mundo todo, prepara-se para reger como titular na cidade a partir do próximo dia 16, na apresentação que abre a série Concertos Internacionais. 


Entre compromissos 
Alex Klein não fixará residência em Ribeirão, já que terá que dividir a agenda da orquestra local com a Sinfônica do Estado da Paraíba, onde é titular, além dos compromissos internacionais por fazer parte de projetos como Sunflower Music Festival (EUA) e o Festival de Musique de Saint Barthélemy (Antilhas Francesas). Solista de oboé e diretor artístico, ele é até hoje o único músico brasileiro a conquistar um Prêmio Grammy na música erudita.

Acúmulo de função 
A diretoria da orquestra se interessou por Alex Klein depois que ele regeu a Sinfônica em novembro, como convidado. Além de regente titular, o solista também vai acumular o cargo de diretor artístico, ocupado até o fim do ano passado pelo maestro e professor da USP Rubens Ricciardi.

Fora do social
 A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Mara Pereira Alvim, deixa o cargo nesta sexta-feira, após quatro anos à frente das ações sociais em Ribeirão. A coluna apurou que ela tomou essa decisão para se dedicar mais aos seus outros projetos solidários e novos particulares - uma forma de também estar mais presente nos negócios da família.

Aviso prévio
 A saída de Mara Pereira Alvim do Fundo Social já foi comunicada à prefeita Dárcy Vera (PSD), que deve nomear outra pessoa para assumir o cargo nos próximos dias. Além dos projetos sociais atuais, como a Liga das Mulheres Católicas, ela também acabou de assumir o compromisso de ajudar o Leilão União de Forças da Apae, que ocorrerá no dia 13 de abril, em Ribeirão.


Com experiência 
A cirurgiã plástica Gabriela Lustri Schwartzmann vai apresentar a sua experiência com o uso da toxina botulínica e de preenchedores no 17º Congresso Mundial da IPRAS (International Confederation for Plastic Reconstructive & Aesthetic Surgery), no Chile, com destaque para estudos na área da Plástica Reconstrutiva e Estética. O evento será de 24 de fevereiro a 1º de março.


Na disputa
 A Oxford Eventos, uma das maiores organizadoras de eventos científicos do Estado de São Paulo, foi a escolhida para assinar a organização do Congresso Brasileiro de Engenharia Mecânica, que ocorre em Ribeirão entre 3 e 7 de novembro. O evento, planejado para um público de 2 mil pessoas, está na 22ª edição e estava sendo disputado por outras duas organizadoras brasileiras.


Apoio dos grandes
 A diretora presidente do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, fez um apelo aos empresários presentes, ontem, ao evento de lançamento do Leilão União de Forças da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). Na sede da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto), ela ressaltou que, depois de R$ 50 milhões em caixa, a vida do empresário não muda e por isso é inadmissível que alguns ainda não contribuam com projetos sociais. "Todo mundo acha que eu tenho, mas eu não tenho", disse ela, em tom de brincadeira, referindo-se aos milhões.


Fonte: Folha Sinfônica